O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje, no seu programa de rádio "Café com o Presidente", que o governo federal investe R$ 1,5 bilhão nos Jogos Pan-Americanos, sendo que R$ 385 milhões serão para o sistema de segurança a ser mantido após o término do evento, em julho. "Na verdade, esse sistema de segurança que nós estamos fazendo vai ser um modelo para o Brasil, vai ficar sediado no Rio de Janeiro. Quando nós precisarmos de uma segurança especializada, já temos um modelo, um projeto, uma coisa funcionando bem", afirmou.

Lula destacou essas informações a propósito da visita que fará amanhã ao Centro de Operações Tecnológicas dos jogos. Segundo o presidente, os investimentos incluem a modernização do Aeroporto Santos Dumont e a capacitação de jovens carentes que estão aprendendo inglês, espanhol e outras atividades para poder participar dos jogos. "Temos que fazer não apenas o Pan, mas o melhor Pan já feito no continente americano", destacou o presidente, argumentando que o Brasil precisa realizar o evento esportivo com qualidade, para mostrar que tem capacidade de sediar a Copa do Mundo de 2014 ou Olimpíadas.

No Rio, além de visitar o Centro de Operações Tecnológicas, Lula assinará convênio com o governador Sérgio Cabral para a elaboração do projeto-executivo do Arco Rodoviário do Rio de Janeiro, obra que integra o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). "Eu penso que o projeto poderá ficar pronto até o mês de junho para depois, então, a gente fazer licitação e começar essa obra, que é extremamente importante para desafogar o trânsito do Rio e para facilitar o acesso da produção de São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo ao Porto de Itaguaí", informou.