A taxa de desemprego de dezembro deverá ficar abaixo de 9%, segundo estimativa do analista do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Marcelo de Ávila. A taxa de novembro, divulgada hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), foi de 9,5%. Segundo ele, a tendência de melhoria da qualidade do mercado de trabalho deverá prosseguir nos próximos meses.

Marcelo de Ávila também salientou que a perspectiva é que a geração de vagas em 2006 seja maior ou igual à registrada em 2004, ano de aquecimento mais forte da economia. Em 2004, foram geradas 646 mil vagas e, até novembro de 2006, em 12 meses, foram geradas 653 mil vagas.

Ele sublinhou também a melhoria que vem ocorrendo no rendimento médio real – que subiu 4,3% em 11 meses de 2006 ante igual período do ano passado -, mas disse que o que está havendo é uma recomposição em relação às enormes perdas ocorridas em 2003.

Mesmo com o crescimento da renda registrado neste ano, o rendimento apurado no mês de novembro último (R$ 1.056,60) ainda foi inferior ao registrado em novembro de 2002 (R$ 1.078,92).