Em 14 aeroportos brasileiros, 77 vôos sofreram atrasos superiores a uma hora, ou 5,8% do total, e 19 foram cancelados (1,4%) nesta terça-feira (3), segundo a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero). Os dados são referentes a 1.336 vôos programados entre zero e 18 horas.

O Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, registrou sete vôos com atrasos (3%) e dois cancelados (0,8%), dos 237 programados. No Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, onde 141 vôos estavam previstos, o índice das operações fora do horário previsto foi superior: 14 atrasos (9 9%) e 7 cancelamentos (5%).

No Aeroporto Antonio Carlos Jobim, no Rio de Janeiro, a situação era aparentemente tranqüila. Somente quatro de 100 vôos apresentaram atrasos, ou seja, 3,6%. Houve apenas um cancelamento. No Aeroporto Presidente Juscelino Kubitschek, em Brasília, quatro vôos (4,7%) de 86 programados atrasaram.

O Aeroporto Internacional de Florianópolis, em Santa Catarina, teve cinco dos seus 23 vôos previstos com atrasos, além de um cancelado. O pior índice de atrasos: 21,7%. O Aeroporto Internacional Gilberto Freyre, em Recife, Pernambuco, era o único em que todos as partidas e pousos, 48, transcorreram normalmente.