O secretário Nacional de Segurança Pública, Luiz Fernando Corrêa, afirmou ao participar do seminário ?Forças Armadas e a Segurança Pública?, na Associação Comercial do Rio de Janeiro, que é contra o uso das Forças Armadas no combate à violência urbana. ?Hoje as Forças Armadas já prestam apoio relevante, que é no sentido logístico, na área de inteligência, mas pessoalmente entendo que o Exército nas ruas não é uma solução?. De acordo com o secretário, é necessário resgatar as instituições policiais dos estados.

Fernando Corrêa defendeu o abate de aeronave clandestina na área de fronteira brasileira. ?A invasão indiscriminada na fronteira é uma agressão e entendo que é cabível o abate de aeronaves hostis”, disse. O secretário anunciou ainda que breve um grupo formado por policiais dos quatro estados da região Sudeste e do Grupo Tático da Polícia Federal estará pronto para combater o crime organizado interestadual e ser acionado quando a violência estiver concentrada em um estado.