Brasília – O presidente da Confederação das Santas Casas e hospitais filantrópicos do Brasil, Antônio Brito, disse hoje (17) que essas instituições vão paralisar seus trabalhos em todo o Brasil amanhã, por 24 horas.

Atendimentos como cirurgias e consultas não emergenciais não serão realizados, em protesto contra a baixa remuneração oferecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo ele, as Santas Casas do Brasil têm dificuldades para sobreviver e, por isso, querem a atenção do governo.

Brito afirma que as Santas Casas não vão parar de atender a população, "mesmo que a gente morra de inanição". De acordo com ele, desde do início deste ano, as Santas Casas não tiveram uma proposta do governo, o reajuste da tabela, ou um aporte emergencial ao setor.