Apucarana receberá mais de R$ 20 milhões em obras de saneamento, neste ano. A Sanepar abriu, na terça-feira (30), licitação para implantação de 127 quilômetros de rede coletora de esgoto da Bacia do Tibagi na cidade. Com essa obra, que vai atender 6.500 imóveis (cerca de 20.500 habitantes), o índice de cobertura com a rede de esgoto vai passar de 28,27% para 53% da população urbana de Apucarana. O compromisso da Sanepar é levar o atendimento a 65% da população até 2008; e a 80% até 2010.

Orçada em R$ 11,5 milhões, a obra que deve ser iniciada em abril, com prazo de 20 meses para execução. A implantação da rede vai gerar 1.620 empregos, sendo 324 diretos e 1.296 indiretos. A nova rede interligará imóveis das regiões Leste, Norte e Central da cidade à Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Biguaçu.

Segundo o gerente da Unidade Regional da Sanepar, em Apucarana, Antonio Mauro de Souza, a ampliação da rede coletora é fundamental para a melhoria da qualidade de vida dos moradores e vem ao encontro das metas previstas no contrato de concessão do serviço de saneamento. De acordo com Antonio Mauro, após o cumprimento da atual etapa, serão implantados mais 57 quilômetros para atingir os 65% de cobertura de sistema de esgoto.

O prefeito de Apucarana, Valter Pegorer, faz um retrospecto da situação do saneamento no município, lembrando que, até três anos atrás, a cidade tinha 144 quilômetros de rede coletora, o que representava 24% do perímetro urbano. ?Com os investimentos dos últimos anos, esse índice já foi ampliado, e a meta é chegar em 2010 com um índice de primeiro mundo?, afirma. Pegorer ressalta ainda que nem todo administrador público gosta desse tipo de obra, uma vez que a tubulação fica enterrada e não é vista. ?Mas os resultados são importantíssimos para a qualidade de vida da população?, diz.

Segundo ele, a Prefeitura está lançando, em 2007, o ?Pacto por uma cidade saudável? e, portanto, os investimentos da Sanepar no sistema de esgotamento vão significar grande salto em direção à proposta de uma cidade com mais qualidade de vida. ?Todo administrador público teria que dar prioridade às obras de rede de esgoto.?

Mais obras

A Sanepar irá destinar mais R$ 9 milhões para melhorias no saneamento de Apucarana. Está previsto, para a segunda quinzena de fevereiro, o início das obras de construção da Estação de Tratamento de Lodo, que irá processar o lodo residual da Estação de Tratamento de Água, que atende, hoje, 99.757 habitantes. A previsão é que até dezembro a obra esteja concluída e entre em operação ainda este ano. Neste projeto serão investidos R$ 1,5 milhão.

Com recursos de R$ 6,5 milhões, deve ter início, ainda neste primeiro semestre, a implantação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Barra Nova, que irá receber os efluentes hoje processados na ETE Jaboti. Serão gerados 930 empregos diretos e indiretos para a execução da obra, que tem previsão de conclusão para julho de 2008. A ETE Barra Nova irá beneficiar 27.664 moradores das regiões Norte, Oeste e Sul de Apucarana.

Para melhorar a distribuição de água tratada de toda a população da cidade, foi concluída, em janeiro, a Estação Elevatória de Água Tratada, na Vila Regina. Deverá ser aberto em breve processo de licitação para a implantação de elevatórias junto ao Poço Country (P13), no bairro Vila Nova Cidade. Essas duas obras estão orçadas em R$ 1 milhão.