O saldo da balança comercial (exportações menos importações) no mês passado foi
de US$ 3,876 bilhões, com crescimento de 15,73% em relação ao de março, quando o
superávit chegou a US$ 3,349 bilhões. Esse bom desempenho elevou o saldo
acumulado de janeiro a abril para US$ 12,194 bilhões ? recorde absoluto para o
primeiro quadrimestre.

No mesmo período do ano passado, quando a balança
comercial brasileira teve sua melhor performance até então, o saldo alcançou US$
8,093 bilhões. Houve, portanto, um crescimento de 50,67% na comparação entre os
dois períodos. O aumento foi mais acentuado na relação com abril do ano passado,
quando o saldo foi de US$ 1,960 bilhão. O aumento foi de 97,75% – quase o
dobro.

No ano, as vendas externas somaram US$ 33,653 bilhões, enquanto as
importações chegaram a US$ 21,459 bilhões. Em virtude de as exportações terem
crescido em um ritmo mais forte que as importações, os saldos vêm batendo
sucessivos recordes, mês-a-mês, de modo a que o saldo acumulado, de maio de 2004
a abril deste ano, atingiu a cifra de US$ 37,770 bilhões ? mais de US$ 10
bilhões, comparado ao saldo de US$ 27,360 bilhões, no acumulado maio/2003 a
abril/2004.