O vereador Sabino Picolo (DEM) foi eleito presidente da Câmara de Curitiba com 29 votos favoráveis e oito abstenções – como não havia outro candidato, as abstenções representavam a rejeição ao concorrente. Ele toma posse no dia 2 de janeiro em substituição a Serginho do Posto (PSDB) , que ocupou o cargo nos últimos dois anos. A sessão extraordinária foi realizada na tarde desta sexta-feira (21).

Sabino Picolo está em seu sexto mandato como vereador da capital e já ocupou a presidência do legislativo de forma interina em 2011, quando João Claudio Derosso pediu o afastamento do cargo em decorrência do envolvimento em denúncias de desvio de recursos.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Em seu discurso de posse, Picolo afirmou que se dedicará a ações de austeridade na gestão da Câmara, mas não detalhou quais medida pretende tomar. Ele afirmou também que pretende dar condições técnicas para o trabalho dos vereadores e que tem uma relação harmoniosa com a prefeitura.

Picolo foi eleito após ser indicado por um bloco composto por nove partidos e 21 vereadores, liderados por Paulo Rink (PR).

Além do presidente, os vereadores de Curitiba escolheram também os outros seis componentes da Mesa Diretora e o corregedor e vice-corregedor da Casa.

Veja a composição da nova gestão da Câmara:

Presidente: Sabino Picolo (DEM)

1º Secretário: Edemar Colpani (PSB)

2º Secretário: Professor Euler (PSD)

1º Vice-presidente: Tito Zeglin (PDT)

2º Vice-presidente: Wolmir Aguiar (PSC)

3º Secretário: Noemia Rocha (MDB)

4º Secretário: Maria Letícia Fagundes (PV)

Corregedor: Mauro Ignácio (PSB)

Vice-corregedora: Maria Manfron (PP)