Divulgação
Divulgação

Ronaldo tornou-se hoje o maior
artilherio do Brasil em copas.

Finalmente futebol! Depois de duas vitórias conquistadas com modestas apresentações, a Seleção Brasileira goleou o Japão, do técnico Zico, por 4 a 1, na tarde de hoje, em Dortmund, e assegurou o primeiro lugar do grupo E da Copa do Mundo 2006. Agora, o Brasil enfrenta o selecionado de Gana nas oitavas-de-final da competição.

Com a classificação à próxima fase conquistada com antecedência, após a vitória de 2 a 0 frente a Austrália, o técnico Carlos Alberto Parreira se deu ao luxo de modificar a equipe para a partida de hoje. Parreira optou por mudar suas peças nas laterais, com a entrada de Cicinho e Gilberto nos lugares de Cafu e Roberto Carlos. No meio-de-campo, Juninho Pernambucano e Gilberto Silva substituíram os titulares Zé Roberto e Emerson. No ataque, a novidade foi a entrada de Robinho no posto de Adriano.

Com uma equipe modificada em campo, o Brasil apresentou uma maior movimentação, alternando ataques pelas laterias e meio-de-campo.

O Brasil tomou a iniciativa do jogo e, logo aos seis minutos, Ronaldo recebeu na grande área e chutou de perna esquerda para a boa defesa do goleiro Kawaguchi.

Entretanto, mesmo com os brasileiros mantendo as melhores chances de abrir o marcador, foram os japoneses que tiraram o zero do placar. Aos 33 minutos, o brasileiro naturalizado japonês Alex fez boa jogada individual pela direita, avançou pelo meio e, com um toque, deixou Keiji Tamada na cara de Dida. O atacante fuzilou, sem chances de defesa para o goleiro brasileiro.

A seleção canarinho chegou ao empate aos 46 minutos. Ronaldinho Gaúcho recebeu na ponta esquerda e cruzou na área. Cicinho escorou e Ronaldo completou de cabeça, no canto direito do goleiro Kawaguchi.

Durante a segunda etapa o Brasil chegou à goleada com certa facilidade. Aos cinco minutos, o estreante em copas Juninho Pernambucano, de longe, arriscou um chute com efeito e, com ajuda do goleiro Kawaguchi, que até então havia sido praticamente intransponível, virou o marcador a favor do Brasil.

O terceiro gol foi marcado aos 14 minutos. Ronaldinho Gaúcho fez um excelente lançamento para Gilberto, que partiu pela direita e chutou cruzado.

Com o jogo na mão, Parreira ainda promoveu duas substituições. Entraram Zé Roberto e Ricardinho nos lugares de Kaká e Ronaldinho Gaúcho, respectivamente.

A Seleção Brasileira fechou o placar aos 36 minutos do segundo tempo, mais uma vez, através de Ronaldo. Provando que ainda é um grande goleador e merece um lugar no time, o atacante do Real Madrid recebeu de Juan, girou de costas pra zaga e acertou um belo chute no canto esquerdo do goleiro do Japão. O décimo quarto gol de Ronaldo em copas o faz o jogador que mais tentos anotou em mundiais, ao lado do alemão Gerd Müeller.

A vitória deixa o Brasil com 100% de aproveitamento na primeira fase, além de dar moral à Seleção de Parreira para o jogo da próxima terça-feira, contra Gana, na cidade de Dortmund, às 12h (horário de Brasília).