Não parece ter durado muito a lua de mel entre Roger e a torcida corintiana. O meia, que foi destaque do time nos primeiros dois jogos do Campeonato Paulista, discutiu ontem com torcedores na saída Estádio Pacaembu após a derrota para o Ituano.

Roger, que teve atuação apagada e foi substituído no segundo tempo por Wilson, foi cercado por alguns torcedores no momento em que saía do estádio a bordo de um carro. Revoltado, chegou a sair do veículo para discutir com eles, mas logo os seguranças do Corinthians apartaram a confusão e o convenceram a entrar novamente. A Polícia Militar deteve um torcedor que seguiu o carro provocando o jogador.

Roger foi aplaudido de pé no mesmo Pacaembu após a vitória sobre a Ponte Preta, por 3 a 1, na primeira rodada do Estadual. Na oportunidade, o meia marcou um gol olímpico e foi eleito por vários órgãos de imprensa o melhor da partida. Contra o São Bento, na segunda rodada, Roger também liderava o Corinthians quando foi substituído por Leão no segundo tempo. A torcida alvinegra que foi ao Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba, vaiou intensamente a alteração.

Na entrevista coletiva após o jogo de ontem, o técnico Emerson Leão defendeu o meia. ?Longe de mim analisar um atleta individualmente para justificar uma derrota. O Roger é um craque mas a criatividade tem que se renovar e isso não é fácil todos os dias. Não é hora de destronar ninguém e nem de fazer caça às bruxas", afirmou. O próximo encontro de Roger com a torcida corintiana será na quarta-feira, novamente no Pacaembu, diante do São Caetano. Apesar dos problemas de ontem, o meia deve continuar titular absoluto do time de Leão.