O rock vai invadir a seara sertaneja na noite desta quinta-feira (dia 10), na 43ª Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina. Quem se apresenta no Recinto João Milanez é o grupo paulistano Titãs com a turnê do seu último albúm “A Melhor Banda de Todos os Tempos da Última Semana”. O disco foi muito elogiado pela imprensa pelo seu repertório de músicas inéditas, mostrando que o grupo ainda tem muitas cartas na manga.

A banda vem com um integrante a menos, o baixista e vocalista Nando Reis, que partiu para a carreira-solo, mas isso não tira o brilho do agora quinteto. Branco Mello (Voz), Charles Gavin (Bateria), Paulo Miklos (Sax e Voz), Sérgio Brito (Teclados e Voz) e Tony Belloto (Guitarra) contam com o apoio dos músicos convidados Emerson Villani Guitarra e Backing Vocal), que participou da gravação do disco substituindo Marcelo Fromer e faz parte da banda carioca Funk Como Le Gusta, e Lee Marcucci (Baixo). Na bagagem eles trazem antigos sucessos como “Marvin”, “Flores” e “Comida” além dos atuais “A Melhor Banda de Todos os Tempos da Última Semana” e “Epitáfio”. Esta última foi regravada recentemente por Gal Costa no seu novo disco “Gal Bossa Tropical.

Tudo começou em 1982, quando o grupo começou a tocar profissionalmente em São Paulo com o nome de Titãs do Iê-Iê, dando início a uma das banda mais criativas e importantes do cenário nacional. O disco de estréia saiu apenas em 1984 – já com o nome atual – com o sucesso instântaneo de “Sonífera Ilha”. A partir daí foram 13 albúns e quatro mudanças na formação, cinco se contar-se a saída de Ciro Pessoa pouco antes da gravação de “Titãs” (1984). Além de Ciro Pessoa, Arnaldo Antunes e Nando Reis saíram da banda. Somam-se às mudanças a troca entre bandas do baterista original André Jung e Charles Gavin, que estava no Ira, e a recente morte de Marcelo Fromer. Outro ponto fundamental na história do grupo foi a releitura de seus grandes sucessos no cd “Acústico MTV” (1997), que vendeu 1,7 milhões de cópias e deu início à onda de versões e álbuns acústicos no país. Com o fim da gravadora Abril Music, a banda provavelmente deve se mudar para a BMG junto com outros grupos que ficaram orfãos, como os Los Hermanos que lançam cd pela nova casa em maio.