Depois de manter entendimentos e fechar parcerias em Paris, a missão governamental e empresarial do Paraná à França, liderada pelo governador Requião, visitou nesta quinta-feira (13) a região de Rhône-Alpes, levando a ?Semana do Paraná na França? para um dos mais importantes pólos de excelência tecnológica da União Européia.

A convite da Maison de L`Amérique Latine – associação dedicada ao desenvolvimento das relações entre a região francesa e os países latino-americanos – o governador assinou acordos de cooperação entre o Conseil Régional Rhône-Alpes e o Governo do Paraná.

?Vamos operacionalizar os dois estados, proporcionando um comitê de acompanhamento voltado ao progresso e de parcerias entre o Paraná e a região francesa?, explicou o governador. O acordo ainda visa ampliar parcerias em diversos setores. ?Será feito um estudo de mercado voltado ao empresariado paranaense e francês, além de cooperações nas áreas social e de ensino?, acrescentou Requião.

Programa

Recebido pelo governador da região de Rhône-Alpes, Jean-Jack Queyranne, Requião assinou diversos protocolos nas áreas de ciência, tecnologia e educação. ?Também definimos a vinda de uma grande missão empresarial francesa ao Paraná?, adiantou o governador.

Já na Câmara de Comércio e Indústria de Lyon, capital da região de Rhône-Alpes, o governador traçou um perfil da política pública no Paraná nas áreas social e da indústria para empresários e autoridades francesas.

Em sua palestra, o governador revelou que 274.546 empregos foram criados desde o início de seu governo, sem contar os postos informais e os da agricultura familiar. ?O saldo verificado no Paraná representa o melhor desempenho entre os Estados da região Sul e um dos três melhores do Brasil?.

Nas exportações do setor industrial do Paraná, Requião disse que o Estado vendeu para outros mercados US$ 4,27 bilhões entre janeiro e agosto de 2005. A evolução de 24% (+US$ 821 milhões) no resultado dos embarques de produtos manufaturados, em comparação com o mesmo período de 2004, garantiu o crescimento de 1,2% da balança comercial paranaense neste ano. ?De cada cem produtos embarcados pelo Paraná, 64 são industrializados?, expôs o governador.

Nesta sexta-feira (14), o governador e a comitiva empresarial e governamental serão recebidos pelo prefeito de Lyon, Gérard Collomb, e pelo senador francês Jean Besson. No mesmo dia, novas rodadas de negócios acontecem entre empresários paranaenses e franceses.

Junto com o governador Roberto Requião, estão 45 empresários e representantes de entidades estaduais, municipais, acadêmicas, de saúde e tecnologia. A comitiva representa 66 empresas paranaenses. Conta ainda com a participação do poder legislativo paranaense, como os deputados Nereu Moura e Alexandre Curi, e de instituições como Fiep, Faciap, UFPR e Ocepar.