O governador Roberto Requião autorizou, durante a reunião desta segunda-feira (11) da operação ?Mãos Limpas?, o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) a comprar 200 carrinhos para atender a demanda dos catadores de papel da Vila das Torres. Também o barracão para separação do lixo reciclável será reformado, dentro do objetivo de liberar os catadores do jugo dos atravessadores. ?Temos que dar todas as condições para esse pessoal trabalhar e evitar que haja um vácuo entre a ação policial lá desencadeada e as ações sociais para resgatar a cidadania dos moradores da Vila?, afirmou Requião.

O IAP fará a aquisição com recursos próprios, segundo o presidente Rasca Rodrigues. ?O investimento será de cerca de R$ 80 mil e a doação será vinculada ao correto acondicionamento do lixo?, disse ele. O objetivo do IAP é orientar o trabalho dos carrinheiros, promovendo uma maior agregação de renda à coleta e separação do lixo, e diminuir o impacto visual hoje existente na Vila, com a utilização do barracão para guardar e separar o lixo reciclável. Rasca disse que vai propor à prefeitura de Curitiba a instalação de caçambas para recolher o que não for aproveitável para reciclagem.

O fortalecimento e a orientação do trabalho dos catadores de papel é uma das ações do Governo do Estado previstas na megaoperação policial desencadeada na Vila das Torres no mês de março passado. Em parceria com instituições não governamentais, universidades, prefeitura, Governo Federal e outros segmentos da sociedade, o Governo do Paraná está desenvolvendo um projeto piloto na área com o objetivo de resgatar a cidadania e promover a inclusão social dos moradores.