Depois de se destacar nas duas últimas etapas da GP2, em Budapeste, ao vencê-las facilmente, Nelsinho Piquet reuniu-se com Flavio Briatore, diretor geral da Renault, ainda com o macacão cheirando a champanhe, para discutir um futuro contrato.

Nelson Piquet, o pai, estava junto. A reunião foi demorada e são grandes as chances de Nelsinho vir a ser piloto de testes da Renault na próxima temporada. Atualmente, ele está em 2.º na GP2 com 76 pontos, 11 a menos que o líder, o inglês Hamilton.

Ainda para a próxima temporada, a Renault perderá o seu principal piloto, o espanhol Fernando Alonso, atual líder da categoria com cem pontos – ele irá para a McLaren. O alemão Michael Schumacher, da Ferrari, que não definiu se permanecerá na Fórmula 1 em 2007, é o segundo colocado, com 90.