Apesar do luto por três dias pela morte do senador Ramez Tebet (PMDB-MS), o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), sambou nesta terça-feira (21) com a bateria da escola Império Serrano, do Rio e Janeiro, em frente ao Congresso Nacional. Calheiros arriscou passos de mestre-sala ao ser provocado por Ana Maria, a primeira porta-bandeira da escola.

A Império Serrano participou da abertura da 2ª Semana de Valorização da Pessoa com Deficiência. Os integrantes da escola apresentaram o samba-enredo que irá para o sambódromo em 2007: "Ser diferente é normal – a Império Serrano faz a diferença no carnaval.