Começou a sessão da Câmara que vota o processo de cassação do deputado Roberto Jefferson (PT-RJ). Neste momento, o relator do processo no Conselho de Ética da Câmara, deputado Jairo Carneiro (PFL-BA), está defendendo a cassação do parlamentar. Carneiro tem 25 minutos para expor os argumentos. Após o relator, Jefferson se defenderá durante o mesmo período.

Para ser cassado, são necessários os votos de pelo menos 257 deputados, mais da metade da Câmara, que tem 513 deputados. Se ele for cassado, perderá os direitos políticos por oito anos, além do mandato atual. Isso significa que só poderá se eleger em 2015.

Quem dirige a sessão é o vice-presidente da Câmara, José Thomaz Nonô (PFL-AL), no lugar de Severino Cavalcanti (PP-PE).