O processo da morte do piloto brasileiro Ayrton Senna, morto em 1994 durante corrida de F-1, sofrerá alterações por decisão da Corte de Cassação de Bolonha, na Itália.

Foi anulado recurso que absolvia a cúpula da escuderia britânica Williams da acusação de homicídio culposo.