A Secretaria da Receita Federal doará hoje (9) para o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), órgão do Ministério da Cultura, a tela O Caçador de Passarinhos, de Cândido Portinari. O ministro da Cultura, Gilberto Gil, participará da solenidade, no Museu Nacional de Belas Artes, que receberá o quadro.

Pintura em óleo sobre madeira, de 1958, a tela foi apreendida pela Receita Federal na Alfândega de Santos (SP) meses atrás, como resultado de uma ação conjunta de articulação da Receita Federal e do Ministério da Cultura.

Informações da Receita Federal indicam que o quadro, assim como outras obras, entrou no país em dezembro de 2005 através do Porto de Santos em meio a mercadorias variadas, avaliadas em mais de R$ 1 milhão. Durante a Fiscalização de rotina, a Receita descobriu que os bens foram declarados como ?produtos químicos?.

Esta é a oitava obra de Portinari que passará a ficar abrigada no Museu Nacional de Belas Artes. O museu não recebia uma doação do pintor há 20 anos.

Na solenidade estarão também o presidente do Iphan, Luiz Fernando de Almeida, e o diretor do Departamento de Museus e Centros Culturais, José do Nascimento Junior.