Um dia depois do presidente da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Haroldo Lima, admitir a possibilidade de o governo restringir as exportações de álcool para garantir o abastecimento interno, o Ministério da Agricultura divulgou dados que apontam crescimento expressivo das exportações do setor sucroalcooleiro no mês passado. Em agosto, a receita cambial obtida com os embarques de açúcar e álcool cresceu 86,2% na comparação com o mesmo mês do ano passado.

No caso do açúcar, o valor exportado cresceu 53,2% em agosto, resultado do aumento de cerca de 60% nos preços internacionais. A quantidade exportada de açúcar caiu 3,8%, informou o ministério. Os embarques de álcool renderam 319,8% a mais em agosto, resultado do aumento de 137% na quantidade embarcada com preços 77% acima dos praticados em agosto de 2005. No acumulado dos oito primeiros meses do ano, as vendas do setor sucroalcooleiro para o mercado externo renderam US$ 4,428 bilhões, 47,5% acima do resultado em igual período de 2005 (US$ 3,003 bilhões).