Brasília – A Receita Federal recomenda aos contribuintes que não deixem para a última hora a entrega da declaração do Imposto de Renda. O supervisor Nacional do IR, Joaquim Adir, disse hoje que é comum as pessoas perderem o prazo. A data final para a entrega das informações é 30 de abril.

Quem entregar após este esse dia está sujeito a multa de R$ 165,64, mais 1% sobre o imposto devido. Joaquim Adir falou ao programa Falando Francamente, da Rádio Nacional da Amazônia. O responsável pelo IR 2004 reforçou que, este ano, o contribuinte terá de informar o CPF de seus dependentes. Esses, por sua vez, ficarão desobrigados a fazer a declaração de isentos.

Para quem recebeu até R$ 12.696,00 em 2003 as declarações vão ser feitas no segundo semestre. A Receita Federal informará em junho ou julho a data da entrega dessas declarações. Quem recebeu mais de R$ 12.696,00 no ano passado está obrigado a fazer a declaração.

Como declarar

As declarações podem ser feitas com o programa da receita na internet, www.receita.fazenda.gov.br  ou entregues no Banco do Brasil e Caixa em disquetes.

O imposto de renda pode ser apresentado também em formulários, que são entregues nas agências dos Correios, mas nesse ano será obrigatória a entrega via magnética (internet ou disquete) para os contribuintes que receberam ano passado mais de R$ 100 mil. Quem tem patrimônio de até R$ 20 mil pode fazer a declaração simplificada on-line, ou pelo telefone 0300 78 0300.