A persistência da inflação tem suas origens, segundo os diretores do Banco Central, nos reajustes de preços e salários ocorridos desde o início deste ano, que se basearam na elevada taxa de inflação acumulada nos últimos 12 meses. ?E não na sua projeção futura?, destacam os diretores do BC no texto da ata da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) de maio, divulgada hoje. Para o Copom, a política monetária não deve ?sancionar? reajustes de preços e salários baseados na inflação passada, ?dado o risco de se perpetuar a inflação em patamares elevados?. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)