O relator da proposta de Orçamento para 2007, senador Valdir Raupp (PMDB-RO), disse nesta terça-feira (21) que propôs aos ministros do Planejamento, Paulo Bernardo, e da Fazenda, Guido Mantega, em reunião ontem, um aumento dos investimentos do Projeto Piloto de Investimentos (PPI) no ano que vem de 0,2% para 0,5% do Produto Interno Bruto (PIB).

De acordo com Raupp, isso resultaria na elevação dos investimentos de R$ 4 bilhões a R$ 5 bilhões para cerca de R$ 10 bilhões. Em contrapartida ao aumento dos gastos com o PPI, haveria uma redução da meta de superávit primário de 4,25% para 3,75%

Para o relator do Orçamento do próximo ano, o governo, hoje, tem espaço para reduzir a meta de superávit. Ele lembrou que o País já não está submetido ao Fundo Monetário Internacional (FMI) e que, também, as metas de superávit primário têm sido alcançadas com folga. "É a hora de aumentar os investimentos", disse Raupp. Segundo ele, os ministros ficaram de dar uma resposta a esta proposta dentro de duas semanas.

Durante a reunião de ontem com os ministros, ele também propôs a correção da tabela do imposto de Renda Física em 10%, a ser atingido em até dois anos. O senador também propôs a redução da alíquota da CPMF de 0,38% para 0,08% num período de oito anos.

Sobre a possibilidade de redução do valor do salário mínimo em 2007 de R$ 375 para R$ 367, como quer o governo, ele disse que considera a proposta politicamente inviável. Para ele, o governo vai compreender a situação e aceitar o reajuste do mínimo para R$ 375, como está na proposta do Orçamento.

Ele deu as declarações após participar de audiência pública com os secretários do Tesouro Nacional, Carlos Kawall, e o de Orçamento do Ministério do Planejamento, Ariosto Antunes.