O radar localizado em frente ao cemitério do Abranches, na continuação da rua Mateus Leme, será religado à meia-noite de domingo para segunda-feira (23). O equipamento foi desligado em fevereiro por causa de questionamentos a respeito da competência da Diretran para fiscalizar o trecho, denominado oficialmente de rodovia PR-092. Nesse período, o poste do equipamento foi sinalizado com uma placa de "radar desativado".

Uma carta oficial do Departamento de Estradas e Rodagem (DER-PR), encaminhada à Diretran, colocou fim às dúvidas e confirmou a competência do município para fazer a fiscalização do local. O radar já foi aferido pelo Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Paraná (IPEM) e está pronto para ser reativado.

O diretor de trânsito da URBS, Gilberto Foltran, faz um alerta aos motoristas: "o limite de velocidade deve ser respeitado em todas as ruas, e não apenas onde há fiscalização eletrônica". O limite máximo na cidade é de 60 km/h, com exceção das avenidas Comendador Franco e Marcarenhas de Moraes, onde há permissão para rodar até 70 km/h.

O radar da PR-092 também recebeu a nova sinalização implantada pela Prefeitura de Curitiba em toda a cidade. Depois da pintura de postes e faixas no asfalto, e da instalação de novas placas, o comportamento do motorista melhorou.

O número de infrações de trânsito por excesso de velocidade registrado nos radares de Curitiba caiu à metade nos primeiros quatro meses deste ano. Em janeiro foram registradas 38.223 infrações. Em abril foram 17.479 notificações, uma redução de quase 55%.