A Petrobras confirmou o aumento de 5 5% no preço do combustível de aviação (QAV), a partir de 1º de maio. No acumulado do ano, o preço do QAV já acumula alta de 18% O Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (SNEA) informa, em nota, que o aumento foi bem superior à inflação do período, medida pelo índice IGP-M, que foi de 1,55%. Os reajustes do combustível são realizados a cada 15 dias O último aumento, aplicado em 16 de abril, já tinha sido de 5 5%. De acordo com o Sindicato, o combustível representa de 30% a 60% dos custos operacionais das transportadoras aéreas no Brasil dependendo do perfil de cada empresa.