O Partido dos Trabalhadores e o seu tesoureiro, Delúbio Soares de Castro, entraram hoje com uma interpelação judicial no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE).

O senador fez declarações publicadas pela imprensa afirmando que temia a atuação do tesoureiro do PT caso a proposta da PPP venha a ser aprovada antes das eleições. “O projeto do jeito que está é roubalheira para o Delúbio deitar e rolar”, teria dito o senador.

Na ação, o PT quer saber se realmente a frase foi pronunciada pelo senador Jereissati; “e se negativa a resposta, a quem o senador a atribuiria. Argumentam, ainda, que se o senador confirmar que a frase é sua, então a quem ele atribui a roubalheira ? ao PT ou a Delúbio, ou a ambos?”

Em outro questionamento, querem que o senador explique “se o Delúbio referido na frase ?deitará e rolará? na roubalheira como secretário do PT ou como mero cidadão?” Questionam ainda em que consiste a roubalheira? E qual a razão que levou o senador a fazer tal afirmação?.

Os advogados Aristides Junqueira e Pedro Raphael Fonseca, que assinaram a interpelação, alegam que as respostas a tais perguntas são necessárias para que o PT e o seu tesoureiro possam decidir a respeito de um possível ajuizamento de ação penal contra o senador no STF.