O líder do PT, deputado Henrique Fontana (RS), explicou há pouco, na Comissão Especial da Política Nacional dos Resíduos (PL 203/91), os motivos que levaram o partido a destituir do colegiado o relator da matéria, deputado Ivo José (PT-MG). Segundo Fontana, a maioria do PT discorda do substitutivo apresentado pelo relator. "Foram feitas todas as tentativas de diálogo [com o deputado], mas não deram resultado, daí a atitude extrema de substituí-lo, pois ele não poderia manter o texto em nome da bancada do PT", afirmou o líder.

Henrique Fontana confirmou que a maior discordância do partido e do governo em relação ao texto é a autorização para a importação de materiais reciclados (como pneus) e de resíduos a serem reciclados no País. "O partido trabalhará nos limites da democracia para evitar a aprovação da proposta", afirmou o líder.

Adiamento

A comissão rejeitou há pouco pedido de adiamento da votação por duas sessões, apresentado pelo deputado Antonio Carlos Mendes Thame (PSDB-SP), embora seu partido seja contra o prazo.