O Paraná saiu na frente na defesa à biodiversidade da costa brasileira. O Projeto de Gestão Integrada da Zona Costeira do Paraná, desenvolvido pela Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, vai possibilitar o controle do impacto ambiental sobre os ecossistemas costeiros do litoral paranaense. Na próxima semana, ele entra em fase de discussão pública pelas comunidades litorâneas. Tão logo esta fase esteja concluída o projeto estará pronto para ser executado.

Criado com auxílio de docentes da Universidade Federal do Paraná, o programa paranaense é uma das principais ações de preservação da vida marinha em curso no Brasil, lançada em um momento crítico para a conservação da biodiversidade do planeta.

O projeto foi desenvolvido em função do crescimento das atividades produtivas como o turismo, maricultura, atividade portuária e pesca, gerando conflitos de uso sem sustentabilidade. Financiado pelo Banco Mundial e pelo Ministério do Meio Ambiente, o projeto tem o objetivo de ordenar a ocupação das áreas litorâneas e promover o uso sustentável dos recursos aquáticos pelas comunidades tradicionais.

Ocupação desordenada

A costa paranaense possui 90 quilômetros de extensão e abrange seis municípios à beira-mar. É considerada uma das áreas mais bem preservadas da costa brasileira. O Estado abriga duas das 18 áreas prioritárias para a conservação marinha no país: o complexo estuarino lagunar de Paranaguá e a planície costeira de Guaratuba.

De acordo com o coordenador do projeto, Paulo Roberto Castella, a região litorânea tem sofrido com a ocupação desordenada da orla e o crescimento urbano e industrial. Segundo ele, o Paraná concentra ecossistemas marinhos de grande diversidade biológica, como manguezais, praias, restingas, marismas, costões rochosos e habitats submersos. ?Além disso, as baías do Litoral são utilizadas por peixes para a reprodução?, afirma.

Entre as atividades realizadas no Projeto encontra-se o licenciamento ambiental para produção de ostras e mariscos e o monitoramento da qualidade ambiental em toda a área costeira do Estado.