O secretário da Segurança Pública, Luiz Fernando Delazari, anunciou a ampliação de 39 estações do Projeto Povo (Policiamento Ostensivo Volante) em todo o Estado, durante a reunião da Operação Mãos Limpas desta segunda-feira (02), que reuniu prefeitos da Região Metropolitana de Curitiba. ?Só em Curitiba, mais 15 bairros passarão atendidos pelo Projeto. Estamos trabalhando cada vez mais para aproximar a polícia da população?, disse Delazari.

Em Curitiba, 166 motos e 45 carros novos vão ajudar a Polícia Militar a levar o Projeto Povo para o Batel, São Francisco, Campina do Siqueira, Campo Comprido, Fanny, Guaíra, Novo Mundo, Parolin, Rebouças, Jardim Botânico, Tarumã, Alto da Rua XV, Bairro Alto, Uberaba e Abranches, em Curitibna. Na região metropolitana, o projeto será implantado em São José dos Pinhais, Piraquara, Pinhais, Araucária, Campo Largo e Almirante Tamandaré. Também receberão reforço no patrulhamento Pato Branco, Londrina (ampliado em mais quatro bairros diferentes), Cascavel (mais dois bairros), Umuarama, Paranavaí, Paranaguá (dois bairros) , Apucarana, Foz do Iguaçu (cinco bairros) e Arapongas.

O Projeto Povo muda a filosofia da atuação policial e parte do conceito de policiamento comunitário, pelo qual os policiais e moradores se unem para melhorar a segurança da região. ?É a polícia que queremos: transparente, cristalina, e o mais importante, próxima da comunidade?, afirmou o secretário. Os policiais que atuam no Povo contam com telefone celular para tornar mais rápido o atendimento à população. Eles fazem o patrulhamento ostensivo e preventivo e, ao mesmo tempo, visitam moradores e comerciantes, para se apresentar como o responsável por aquela área, além de entregar uma cartilha com alguns procedimentos e dicas de segurança.

Reconhecimento

Depois de participar de quatro reuniões do Mãos Limpas, alguns prefeitos comentaram que a atuação do governo estadual ganha mais força quando realizada em consonância com ações de órgãos municipais. ?Com iluminação pública, em uma rua completamente escura, conseguimos ?espantar? os delinqüentes e, com isso, passamos a aproveitar melhor a presença da polícia?, afirmou José de Castro França, prefeito de Itaperuçu.

As prefeituras de Campina Grande do Sul e Araucária elogiaram as ações integradas de fiscalização urbana (AIFU) e o prefeito de Fazenda Rio Grande, Antônio Wandscheer, agradeceu a troca de comando da PM na cidade. ?É impressionante o que a mudança e a vontade de melhorar podem fazer. Temos, em Fazenda Rio Grande, um novo tenente, com garra e vontade de garantir a segurança a nossos moradores. Não foi preciso aumentar efetivo nem número de viaturas?, disse Wandscheer.

Pela primeira vez em uma reunião do Mãos Limpas, o recém-empossado prefeito de Rio Branco do Sul, Pedro Portes de Barros, disse que ainda está colocando ?a casa em ordem?, mas já está gostando do apoio que vem recebendo. ?São só 25 dias de mandato, mas posso garantir que entre as coisas positivas de nosso município está o atendimento da Polícia Militar?, garante Barros.