Muito bem recebido pelos turistas durante o feriado de Ano Novo, o projeto "Ilha do Mel, Palco Natural" voltará a movimentar a Ilha do Mel na semana que antecede o Carnaval. Usando o teatro como meio de comunicação, o projeto busca conscientizar os visitantes da necessidade de preservação do meio ambiente.

O projeto, do Centro Cultural Teatro Guaíra é desenvolvido em parceria com a Secretaria Estadual do Meio-Ambiente, com o apoio do Terminal de Containeres de Paranaguá e o Grupo de Teatro Arteiros da Ilha, formado por moradores locais e dirigido por Cristina Anzoategui.

A coordenação do projeto é do diretor teatral Mauro Zanatta, da Casa da Comédia, de Curitiba. Lançado no dia 28 de dezembro, no portal de embarque, em Pontal do Sul, o projeto despertou a atenção dos turistas com a apresentação de quadros cômicos que reforçam questões como a separação do lixo, bitucas na praia, sexo seguro e cuidados com a natureza.
O projeto voltará a ser apresentado de 2 a 4 de fevereiro, mas, desta vez, os atores farão as intervenções dentro dos barcos, para criar uma comunicação mais dinâmica entre atores e turistas.

Nas apresentações que antecedem os dias de Carnaval, os atores se apresentarão em pousadas e restaurantes, vestindo figurinos feitos com material reciclado, recolhidos na própria ilha e confeccionados pela diretora do grupo. Também será feita uma exposição dos figurinos que despertaram grande interesse dos visitantes chamando atenção para o tema do lixo.

Um dos pontos da criatividade do projeto são os "porta bitucas", tubinhos de filmes com cordão para serem usados no pescoço. Em um dos quadros, eles representam o Senhor Descuidado, Dona Bituca e Seo Peixe. Eles falam sobre as implicações para o meio ambiente das bitucas de cigarro que são levadas para os rios e o mar e que acabam sendo comidas pelos peixes, provocando intoxicações.

Frases como Sou consciente na Ilha do Mel – Uso não Abuso; Separo Lixo; Uso Portas Bitucas; Faço Sexo Seguro; Amo a Natureza; Lembre-se: Drogas são proibidas por lei, estão em sacolas plásticas e adesivos para serem colocados nas pousadas, em barracas e mochilas. No feriado de Ano Novo foram distribuídas 3 mil sacolas plásticas para lixo.

O lixo separado pelos visitantes poderá ser depositado em latões colocados nos trapiches.