Produtos de limpeza têm grande variação de preço em Curitiba. A marca mais barata do frasco de 750ml de cera líquida, encontrada nesta segunda-feira (23) por R$ 1,86 nos supermercados Condor, custa até 125,2% mais caro se comprada nas redes onde o preço mais alto pode chegar a R$ 4,19. Os preços foram pesquisados pelo serviço o Disque-Economia, da Prefeitura de Curitiba, em 20 pontos de varejo.

O pacote de 10 unidades de sacos plásticos para lixo, com capacidade para 50 litros cada, tem variação de preço de 181,8%. Vendido por R$ 0,99 na rede Jacomar, o mesmo produto, na concorrência, custa R$ 2,79. O frasco de 500ml do desinfetante Pinho-Bril,que no Muffato custa R$ 1,29, é 84,4% mais do que em outros pontos de venda, chegando a custar R$ 2,38.

A diferença de preço, que chega a 88,7%, também é significativa no caso da marca mais barata de papel higiênico com folhas duplas picotadas com quatro rolos, de 30m cada. Também no Jacomar, o pacote custa R$ 1,69, enquanto o preço mais caro encontrado pelos pesquisadores chega a R$ 3,19.

Entre os itens de higiene, 54,2% separam o menor preço, de R$ 1,07, praticado no Mercadorama, do maior, de R$ 1,65, para o tubo de 90g do creme dental Sorriso. E o preço de R$ 1,13 cobrado, no Wal-Mart, pelo sabonete Phebo de 90g, pode ficar 46% mais caro em outros supermercados, onde é encontrado por R$ 1,65.

Já no Condor, o frasco de xampu Palmolive de 350 ml está à venda pelo preço mais conta – R$ 2,64. Valor que em outros pontos de venda chega a ser 69,6% maior, custando R$ 4,48.

Para saber onde comprar mais barato, basta acessar a página da Prefeitura na internet: www.curitiba.pr.gov.br, clicar à esquerda em "Secretarias e Órgãos" e depois em "Abastecimento".