A ampliação das exportações e o crescimento do mercado interno levou a indústria brasileira de motocicletas a registrar em outubro o melhor desempenho de produção de sua história. O volume total fabricado foi de 84.783 unidades e equivale a um aumento de 11,6% em relação a setembro e de 25,3% na comparação com outubro de 2001. Os resultados foram divulgados hoje (08) pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas e Bicicletas (Abraciclo).

No acumulado até outubro, a produção foi de 718,1 mil unidades, total 11,3% superior ao do mesmo período do ano passado. Com isso, a entidade manteve a expectativa de produzir 860 mil motocicletas este ano. As vendas no mercado interno registraram o segundo melhor desempenho da história do setor. Foram comercializadas 72.884 unidades, volume 21,4% superior aos de outubro de 2001, quando as vendas somaram 60.042 unidades. O recorde do segmento foi batido em abril, com vendas de 78.587 motociclos.

O resultado de outubro, que também é 10,63% maior que o de setembro, levou a Abraciclo a confirmar as expectativas de comercializar 780 mil unidades no mercado doméstico este ano. De janeiro a outubro, as vendas já totalizam 661,5 mil unidades, volume 13,7% maior que o do mesmo período de 2001.