O Procon-PR abriu hoje um processo administrativo contra a Elma Chips e aplicou uma multa cautelar no valor de R$ 2.128.200,00, além da imposição de contrapropaganda por indícios de infração ao Código de Defesa do Consumidor, pela indução ao consumo de bebida alcoólica na embalagem do salgadinho ?Pingo D?Ouro Agito?. A PepsiCo do Brasil Ltda., empresa fabricante dos salgadinhos, já está sendo notificada pelo Procon-PR.

A decisão foi do coordenador Algaci Túlio, após receber o resultado da análise criteriosa feita pelos departamentos jurídico e de fiscalização do órgão. Essa postura atende à determinação do secretário da Justiça e da Cidadania, Aldo Parzianello, em relação a providências na esfera da defesa do consumidor. O Procon-PR é vinculado à secretaria. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)