O governo do Estado anunciou hoje a instauração de processo administrativo por inadimplência contra a concessionária do pedágio Ecovia, que pode resultar na declaração de caducidade do contrato com a empresa. A portaria assinada pelo diretor geral do DER (Departamento de Estradas e Rodagem), Rogério Tizzoti, será publicada amanhã no Diário Oficial.

A justificativa do governo para adotar a medida é que foram detectadas 180 irregularidades na contabilidade da Ecovia durante a auditoria realizada em todas as seis concessionárias no ano passado. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)