A polícia prendeu nesta segunda-feira (07) dois suspeitos de atacar uma agência do Banco Itaú na zona norte de São Paulo. Os bandidos já possuíam antecedentes criminais e com eles foram encontradas as garrafas para a preparação do coquetel Molotov, que foi lançado contra o estabelecimento.

Uma base da Guarda Civil Metropolitana (GCM), no Butantã, na zona oeste da cidade, também foi atacada hoje de manhã. Ninguém ficou ferido e segundo a GCM, a guarita foi alvejada por aproximadamente sete disparos de arma de fogo. Não havia pistas dos bandidos.

Desde a madrugada de hoje o Estado de São Paulo registrou 27 ataques criminosos, conforme balanço divulgado no fim da manhã pela Secretaria da Segurança Pública. Foram atingidos duas viaturas do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic), cinco ônibus, 11 agências bancárias, uma estação do Metrô, dois supermercados, três postos de gasolina e duas revendedoras de carro. Os prédios do Ministério Público Estadual e da Secretaria da Fazenda foram alvo de bombas desta nova onda de ataques.