A Secretaria de Administração Penitenciária do Rio informou que os presos amotinados na Casa de Custódia de Benfica soltaram mais um refém. É um policial militar aposentado que trabalha na cooperativa que faz a segurança da Casa de Custódia. Vinte e três pessoas continuam sendo mantidas reféns pelos presos. As negociações para acabar com a rebelião estão em andamento, mas policiais especializados em negociar com presos tipo não sabem dizer se a rebelião está perto de chegar ao fim. O subsecretario estadual de Direitos Humanos, Paulo Bahia, participa da negociação.

Quatorze presos conseguiram fugir da Casa de Custódia de Benfica, na zona norte da cidade, após iniciarem uma rebelião por volta das 6h30 de ontem. Os presos estavam armados e contaram com a cobertura de bandidos que estavam do lado de fora do presídio e de traficantes da favela do Arará, vizinha ao prédio.