Policiais militares da 2ª Companhia do 39º Batalhão acreditam ter detido no fim da tarde deste sábado (2) no bairro de Itaquera, na zona Leste da capital paulista, um dos homens que tentaram seqüestrar a N.C.C., de 53 anos, mãe do jogador Kleber, atleta do Santos Futebol Clube, na manhã do dia 02 de agosto.

Os policiais suspeitaram de um homem que, ao perceber a aproximação de uma viatura, saiu do Celta que ocupava e correu para o interior de uma favela, onde foi detido e se identificou como Ademir Batista dos Santos. Ao ser indagado sobre o motivo de ter corrido, o rapaz argumentou que iria chamar um amigo, mas moradores da região afirmaram para os policiais que não o conheciam.

Quando era levado ao plantão do 63º Distrito Policial, de Vila Jacuí, o suspeito, conhecido como "Boy", forneceu a verdadeira identidade e teria confessado ter participado da tentativa de seqüestro da mãe do jogador santista. Agentes da Delegacia anti-seqüestro (DAS) foram acionados pelo delegado de Vila Jacuí para averiguar se o suspeito detido é mesmo um dos seqüestradores.

Seqüestro

N.C.C. foi abordada na manhã do dia 2 de agosto em sua residência, na Rua Engenheiro Villares da Silva, na Vila Jussara região de Itaquera. Ela foi abordada por um homem que, portando uma suposta nota fiscal, dizia querer confirmar dados sobre um veículo. Dominada, a vítima foi colocada dentro de uma Brasília usada pelos seqüestradores e forçada a deitar no assoalho. Ela só escapou porque a Brasília colidiu contra um ônibus.
A mãe de Kleber disse na ocasião que depois só se lembrou de ter acordado em uma farmácia, onde estava sendo medicada. No carro abandonado foram apreendidos um revólver Taurus calibre 38 e uma pistola Taurus calibre 380, ambos com numeração raspada, além de dois celulares e um cartão de banco.