Na edição de hoje (12) do programa de rádio Café com o Presidente, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva lamentou que os senadores ainda não tenham aprovado o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Para entrar em vigor, o fundo precisar ser aprovado no plenário do Senado.

O tema do programa foi o pacote de medidas para a educação, anunciado quinta?feira passada pelo governo. "Na última quinta-feira, nós fechamos com chave de ouro todo o programa de educação que nos propusemos a fazer no nosso mandato. Só faltou uma coisinha, que eu lamento profundamente, que o Senado não tenha aprovado o Fundeb", disse.

O ministro da Educação, Fernando Haddad, que participou do programa, ressaltou que o Fundeb é a única proposta do setor educacional encaminhada ao Congresso Nacional em 2005 que não foi aprovada. "Só falta o plenário do Senado aprovar. Todas as demais medidas encaminhadas no ano passado já estão em pleno funcionamento".

Segundo Haddad, a maioria das medidas enviadas ao Legislativo na última quinta-feira já está em andamento. A reforma universitária é o projeto que demandará mais tempo para ser aprovado por ser complexo, porém, conforme o ministro, garantirá "financiamento estável, qualidade na educação superior, interiorização da educação superior, mais produção científica e formação de recursos humanos para que o país possa ter uma inserção soberana no concerto das nações".