O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que no processo de investigação das denúncias de corrupção o governo irá trabalhar para "que ganhe a democracia e perca quem cometeu o delito".

Segundo Lula disse durante a reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social no Palácio do Planalto, ser suspeito é pior do que ser acusado objetivamente.

"Não queiram carregar nas costas de vocês a suspeição. Muitos aqui já carregaram, mas a suspeição é pior do que a acusação concreta e objetiva, porque se joga lama em todo mundo, e na hora que vai se provar a gente percebe que nem tudo era verdade e nem tudo era mentira".