A Prefeitura de Curitiba está alertando por e-mail os contribuintes que ainda não quitaram o Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) de 2019. A Secretaria Municipal de Planejamento, Finanças e Orçamento começou a disparar as mensagens referentes a imóveis que possuíam débitos em aberto até o mês de outubro.

Estão sendo notificados os imóveis que têm débitos e que têm uma conta vinculada no cadastro. “Muita gente esquece de pagar a última parcela ou não tinha o valor na conta para quitar o imposto no início do ano. A ideia é lembrar essas pessoas de que, se não for pago ainda em 2019, o débito poderá ser inscrito em dívida ativa e sujeito a ajuizamento”, lembra Sergio Luiz Primo, diretor do departamento de Rendas Imobiliárias.

A medida não foi tomada por aumento da inadimplência. É uma prestação de serviço para o contribuinte evitar entrar em 2020 com débito. Em 2018, 14,46% dos contribuintes não fizeram nenhum tipo de pagamento. Em 2019 esse percentual é de 14,82% (número parcial).

Evite o processo

Os valores, depois de inscritos em dívida ativa, estão sujeitos ao protesto e execução fiscal a qualquer tempo, por isso, é importante que os contribuintes paguem o mais breve possível, a fim de evitar a oneração do valor com as custas processuais.

Primo explica que não se trata de um programa de refinanciamento de dívida. “A mensagem se refere exclusivamente aos débitos de 2019 e não desobriga a quitação de débitos de exercícios anteriores”, explica.

É importante que o contribuinte acesse o link informado no e-mail e atualize o valor devido, que pode ser pago nos bancos credenciados. Veja aqui onde pagar.