O prefeito do Rio, Cesar Maia, mostrou-se confiante na ida do candidato tucano à Presidência da República, Geraldo Alckmin, ao segundo turno das eleições. Para ele, a imagem do dinheiro apreendido pela polícia no caso do dossiê Vedoin reforçou a imagem do mensalão que "havia se perdido durante a campanha".

Maia afirmou ainda que a curva de Alckmin cresce sempre, embora muito lentamente. "Ele tem tempero de água. Poderia ser uma pimenta como a piri-piri que pica mas não arde." O prefeito disse que aposta seu apartamento como haverá segundo turno nas eleições presidenciais.

O prefeito do Rio chegou às 7h30 na 171º Seção da 211º Zona eleitoral para votar, num hotel na zona sul do Rio.