A Executiva Nacional do PPS decidiu retirar a pré-candidatura do deputado Roberto Freire (PE) à Presidência da República. À Convenção Nacional do partido, marcada para 16 de junho, será recomendado que declare apoio ao pré-candidato do PSDB, o ex-governador paulista Geraldo Alckmin, em futura coligação com o PFL.

Cabe agora à convenção do PPS decidir se o partido aceitará aliar-se ao PSDB. As recomendações da Executiva são habitualmente ratificadas pela convenção.

Nota da Executiva do PPS afirma que o partido decidiu retirar a pré-candidatura presidencial de Roberto Freire em face do cenário criado pela regra da verticalização. O partido fez isso mesmo após ter se empenhado, sem sucesso, na viabilização de uma "aliança alternativa com forças democráticas e de esquerda" para a disputa da presidência da República.