O superintendente do Porto de Paranaguá, Eduardo Requião, anunciou que o Corredor de Exportação e o Silo Público (Silão) do terminal passarão por uma manutenção a partir de novembro. As melhorias começam no dia 15 e visam garantir agilidade e qualidade nas operações portuárias. Por isso, os operadores precisam estar atentos para evitar congestionamentos.

“É através de medidas preventivas que mantemos nossos equipamentos preparados para garantir os serviços essenciais”, explicou o superintendente, que ainda anunciou outra medida: “Já determinei o início de um estudo para instalação de um silo auxiliar ao nosso Silão, com capacidade para 107 mil toneladas”.

Segundo a programação feita pelo porto, o trabalho de manutenção começa no berço 14, onde os serviços vão até o dia 20 de dezembro. Em seguida, será a vez do berço 12 receber as benfeitorias, que se estenderão até o final de janeiro. A manutenção no berço 13 já aconteceu simultaneamente às obras de recuperação do cais.

Melhorias

A manutenção no Corredor de Exportação inclui melhorias no Painel Central. Durante uma semana, de 5 a 12 de janeiro, o equipamento será paralisado e os três berços que compõem o Corredor de Exportação ficarão inoperantes neste período.

Já no silo público, os sefviços começam no dia 20 de novembro e se estendem até 15 de fevereiro. Nestas datas, vários equipamentos serão preparados para o escoamento da próxima safra agrícola, entre eles, as moegas, os elevadores, as balanças, os dutos e as correias transportadoras.