De janeiro a abril de 2005, o Programa de Apoio à Pessoa com Deficiência da Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Promoção Social inseriu 41 pessoas no mercado de trabalho em Ponta Grossa. Este número supera o mesmo período do ano passado. ?Esses resultados são muito animadores. Em 2004, foram abertas 182 vagas de emprego para pessoas portadoras de deficiência em Ponta Grossa?, comenta o chefe do Escritório Regional da Secretaria, João Barbiero.

O principal obstáculo para a inserção dos portadores de deficiência no mercado de trabalho tem sido a falta de capacitação profissional. ?O Programa de Apoio à Pessoa com Deficiência procura facilitar essa inserção, encaixando o trabalhador na empresa que melhor se identificar com o seu perfil?, diz Barbiero.

Desde 1991, a Lei 8.213 estabelece que toda empresa com cem ou mais empregados deve preencher obrigatoriamente de 2% a 5% de seus cargos com ?beneficiários reabilitados ou pessoas portadoras de deficiência?. A lei, no entanto, é pouco cumprida. Para mudar essa realidade e ajudar as pessoas portadoras de deficiência a entrar no mercado de trabalho é que o programa foi criado.

O Programa de Apoio à Pessoa com Deficiência da Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Promoção Social, implantado em todo o Paraná, cadastra portadores de deficiência e empresas com vagas disponíveis para esse público. Há também um trabalho de conscientização do empresariado para o cumprimento da lei.

As pessoas portadoras de deficiência cadastradas no programa podem ser encaminhadas para vagas de emprego, além de participar de cursos de qualificação profissional da Agência do Trabalhador. O programa oferece ainda orientações sobre o mercado de trabalho, entrevista de emprego e apresentação pessoal.

Inscrição

Para se inscrever no Programa de Apoio à Pessoa com Deficiência, basta procurar a Agência do Trabalhador, apresentar os documentos pessoais e um laudo médico atestando a deficiência.