Em resposta à matéria “207 processos contra os prefeitos”, publicada na edição de domingo de O Estado do Paraná, o ex-presidente do Instituto Ambiental do Paraná Vitor Hugo Burko disse que deixou o cargo porque preferiu sair do governo junto com o ex-governador Roberto Requião e não por decisão judicial. Quanto ao seu processo na justiça Burko, informou que ainda está pendente Ação Recisória ainda não julgada, não se caracterizando seu caso como o dos “fichas sujas”.