Mesmo durante a campanha, o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná segue sua maratona de julgamentos de processos de fidelidade partidária. Ontem, a corte cassou o mandato de mais três vereadores que trocaram de legenda sem justa causa. Agora, já são 128 mandatos cassados no Paraná, o estado que mais recebeu processos e que mais acatou pedidos de cassação até o momento.

No julgamento de ontem, foram cassados os mandatos dos vereadores Osmarino Manzoni (PDT) de Cambé, eleito pelo PSDB; Aldo Stein, que trocou o PRP pelo PDT em Godoy Moreira; e Ulices Pereira Ávila (PTB), eleito pelo PSB de Siqueira Campos.

Na sessão de ontem, a corte ainda julgou improcedentes outros dois processos e adiou outros seis julgamentos. Para a sessão de hoje estão marcados os julgamentos de outros nove processos por infidelidade partidária, contra 11 vereadores.