Os resultados dos exames realizados pelo vice-presidente José Alencar hoje no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, comprovaram o crescimento do tumor na região abdominal. De acordo com a assessoria de Alencar, que já deixou o hospital, com a nova avaliação ficou decidido que o vice-presidente vai abandonar o tratamento experimental iniciado há cerca de dois meses em Houston, nos Estados Unidos, e começar um novo tratamento aqui no Brasil.

Há pouco mais de um mês, o vice-presidente passou pela 15ª cirurgia: uma colostomia – procedimento cirúrgico em que se faz uma abertura no abdômen por onde o conteúdo do intestino é expelido e coletado por uma bolsa externa.