Enquanto continua o imbróglio judicial sobre o cargo de conselheiro de Maurício Requião, o Tribunal de Contas teve que “revalidar” as decisões que ele relatou na primeira e única sessão da qual participou há duas semanas. O auditor substituto Cláudio Canha teve que convalidar os quinze processos deliberados por Maurício na sessão da última quinta-feira.