Na sessão plenária de ontem, o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) desaprovou as contas do Partido Verde (PV) e do Partido Trabalhista Cristão (PTC), referentes ao exercício de 2003.

Segundo informou o TRE-SP, com a decisão, os juízes suspenderam a transferência de novas cotas do fundo partidário aos diretórios regionais dos partidos.

E os extratos?

O tribunal divulgou que a desaprovação das contas do PV ocorreu porque, entre outros motivos, o partido não apresentou alguns extratos bancários, houve divergência de R$ 9.066,91 no confronto de dados com o balanço patrimonial e faltou especificação e documentação comprobatória da rubrica “Outras Despesas”, no valor de R$ 41.824,34.

Não sabia

A presidente do diretório estadual de São Paulo do PV, Maria Regina Gonçalves, disse que ainda não havia sido notificada oficialmente sobre a decisão, e por isso não poderia rebater as acusações.