Toma posse nesta segunda-feira, em Curitiba, a nova presidência do Tribunal de Justiça. Os desembargadores Oto Luiz Sponholz, José Antônio Vidal Coelho e Roberto Pacheco Rocha serão empossados, respectivamente, nos cargos de presidente, vice-presidente e corregedor-geral da Justiça. Eleita em 20 de dezembro do ano passado, a nova cúpula do TJ terá mandato de dois anos. A partir de terça-feira assumirão também suas funções os novos diretores de departamentos e assessorias da presidência, vice-presidência e corregedoria da Justiça, entre os quais o secretário do tribunal, Nei Roberto Guimarães, e a subsecretária, Záhra Maria Gonçalves Neves.

Oto Sponholz é natural de Imbituva-PR, formou-se em Direito pela Universidade Federal do Paraná e foi professor de Direito Constitucional e de Direito Penal, na Universidade Católica do Paraná. Presidiu a OAB-PR no biênio 84/85. Foi também vice-presidente/corregedor e presidente do Tribunal Regional Eleitoral e corregedor- geral da Justiça, no TJ.

Vidal Coelho, que assumirá a vice-presidência do TJ, é natural de Curitiba e ingressou na magistratura em 1967. Como juiz, atuou, entre outras, nas comarcas de Apucarana, Arapongas, Cambé, Ponta Grossa e Curitiba. Foi nomeado juiz do Tribunal de Alçada em 1988, sendo promovido a desembargador do Tribunal de Justiça em 1995.

Pacheco Rocha, o corregedor-geral da Justiça, também é juiz de carreira, tendo se formado em Direito pela Universidade Federal do Paraná. Exerceu a advocacia e ingressou na magistratura estadual em 1966. Foi juiz em Guarapuava, Ibaiti, Antonina, Ivaiporã, Cascavel, Londrina (em cuja Universidade Estadual lecionou) e Curitiba. Promovido ao Tribunal de Alçada em 1986, e a desembargador do Tribunal de Justiça em 1995, foi vice-presidente/corregedor e presidente do Tribunal Regional Eleitoral.

Além do secretário e do subsecretário do Tribunal de Justiça, Oto Sponholz escolheu para juízes auxiliares da presidência os magistrados Adalberto Jorge Xisto Pereira, Guilherme Luiz Gomes e José Carlos Gabardo, que foi mantido no cargo.