O Tribunal de Contas da União (TCU) disse ter encontrado falhas no Sistema de Acompanhamento de Contratos (Siac), que é usado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) para gerenciar contratos e medições de obras. O Dnit é uma autarquia federal ligada ao Ministério dos Transportes.

Auditoria feita pelo TCU aponto falhas em relação à ausência de regulamentação para uso do sistema e a contas de usuários ativas indevidamente. O TCU também destaca a inexistência de política de controle de acesso dos usuários do Siac.

O tribunal constatou indícios de inconsistências nos valores dos contratos e respectivos itens de serviço cadastrados. Além disso, foram identificadas falhas no cadastro dos contratos e dos fiscais de contrato e no processamento de medições fora dos prazos legais.

De acordo com o TCU, as falhas encontradas representam riscos ao principal processo de trabalho da autarquia. A fiscalização do sistema é uma das quatro auditorias específicas em contratos, sistemas ou processos de tecnologia da informação selecionados a partir das constatações obtidas nas auditorias de controles gerais. As informações são da Agência Brasil.